Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG (31) 9357-1951 | (31) 3292-7257 contato@evotekone.com.br
isoleucina

Isoleucina – O que é ? para que serve ? Benefícios e Efeitos Colaterais

A isoleucina é um aminoácido, um dos nove que não são produzidos pelo organismo humano, portanto devem ser absorvidos através de fontes externas. A isoleucina é responsável por uma série de funções no corpo humano, sendo as principais relacionadas ao abastecimento de energia e a regulação dos níveis de açúcar no sangue, a glicemia.

Juntamente com a leucina e a valina, a isoleucina integra o grupo de aminoácidos de cadeia ramificada, também conhecidos pela sigla BCAA.

A isoleucina é um pouco menos potente em comparação com a leucina, mas é mais poderosa que a valina na função de trabalhar a síntese de proteína muscular. A isoleucina atua aumentado a absorção de glicose durante exercícios físicos.

A isoleucina é considerada um aminoácido essencial, assim como a fenilalanina, a lisina, o triptofano, a metionina, a treonina e a leucina. Isso significa dizer que trata-se de uma substância mão sintetizada pelo corpo humano.

  • Isoleucina para que serve

isoleucina o que é
isoleucina o que é

As principais funções da isoleucina incluem a atuação no metabolismo energético e na recuperação do tecido muscular depois de exercícios.

Além disso a isoleucina é um dos aminoácidos precursores da glutamina e alanina, dois outros aminoácidos que tem importante função para promover energia e disposição para exercícios físicos.

 

  • Leucina, isoleucina e valina

A isoleucina, leucina e valina são três aminoácidos essenciais. Eles são absorvidos pelo corpo humano principalmente através da alimentação. Alguns alimentos ricos nesses três aminoácidos são nozes, sementes de uma forma geral, derivados do leite além de carnes mais leves como de aves e de peixes.

Leucina, isoleucina e valina formam uma classe de aminoácidos conhecida como aminoácidos de cadeia ramificada, também referidos pela sigla BCAA. E são muito conhecidos por seu papel na suplementação alimentar.

Esses aminoácidos ajudam na recuperação de diversos tecidos do corpo humano sendo importantes na cura de feridas e na recomposição do tecido muscular após atividades físicas desgastantes. Eles ajudam a construir massa magra, ou seja, músculos e ainda reduzem a atividade de vários agentes nocivos ao corpo humano.

Os aminoácidos de cadeia ramificada atuam acelerando o metabolismo e proporcionando mais energia para o funcionamento de diversas estruturas do corpo. Por isso elas aumentam a disposição para atividades físicas.

O uso de leucina, isoleucina e valina ajudam quem pratica atividades físicas de diversas maneiras. A primeira, como já foi fito, é aumentando a disposição para realiza-las. Além disso ela acelera o metabolismo e promove a formação de novos músculos, o que ajuda a criar uma sensação de bonificação pelo trabalho realizado.

aminoácidos de cadeia ramificada
aminoácidos de cadeia ramificada

Além de tudo isso, os aminoácidos de cadeia ramificada ainda atuam de maneira eficiente na recuperação muscular, o que ajuda a diminuir o intervalo de recuperação entre exercícios.

A isoleucina é um tipo de aminoácido essencial que faz parte da estrutura do grupo de aminoácidos de cadeia ramificada no sangue, isto é, é um componente chave na construção de proteínas. Os aminoácidos são as partes básicas para que as proteínas possam ser processadas e sintetizadas.

Este tipo de aminoácidos é de origem essencial, que são aqueles que não podem ser sintetizados pelo organismo, por isso é necessário obtê-los através de alimentos ricos em proteínas que contenham esse tipo de aminoácidos.

O organismo, de uma maneira muito inteligente, consegue quebrar as proteínas, este processo é chamado síntese de proteínas, para obter os aminoácidos essenciais e, assim, para reproduzir novas proteínas.

A isoleucina interage com outros aminoácidos essenciais, como a leucina e a valina, para promover e manter o crescimento da massa muscular, da pele e dos ossos.

Este tipo de aminoácidos não essenciais, o corpo pode absorver e sintetizá-lo de forma eficiente através de uma dieta equilibrada ou suplemento nutricional, proporcionando múltiplos benefícios para a saúde humana.

 

Para que serve a isoleucina?

A isoleucina ajuda a estabilizar e regular os níveis de açúcar e energia no sangue, aspectos tão necessários para a formação da hemoglobina. Uma vez ingerido, isoleucina é absorvido pelo intestino delgado, e transportado pelo sangue para o fígado, onde uma parte vai ser utilizado para a síntese de proteínas, e a outra entra no processo metabólico do corpo, com a ajuda de vitamina B12 produzir energia

Isoleucina serve para melhorar a saúde das pessoas, estimulando a produção da proteína quaternário chamada hemoglobina que é vermelha do sangue e permite transportar oxigénio dos pulmões para todas as partes do corpo humano. Também é essencial devolver o dióxido de carbono ou soro no sangue, depois de aproveitar ao máximo o oxigênio.

tecido muscular do corpo
tecido muscular do corpo

A l-isoleucina, juntamente com a leucina e a valina, são aminoácidos únicos usados ​​pelas células para sintetizar proteínas, obtendo assim grandes benefícios para o tecido muscular do corpo.

Estes aminoácidos são de grande importância para o mundo esportivo, porque há muitas pessoas que usam proteínas e aminoácidos para melhorar as práticas esportivas e de recuperação de ajuda em esportes de força ou resistência, isoleucina é recomendado para os esforços esportivos para aumentar a síntese Proteína, controle de deficiência muscular e aumento de energia. Outra propriedade que você tem é diminuir os danos musculares após um exercício exaustivo.

Atualmente a Isoleucina é ingerida por pessoas que têm vários problemas de transtornos mentais, hipoglicemia e querem eliminar a gordura.

A principal função de L – isoleucina é para sintetizar proteínas, melhorando assim a produção de alanina e glutamina, que conduz para o organismo a uma regeneração do tecido muscular do corpo, ajudando a prevenir a deficiência de músculo aumenta os níveis de resistência e a energia necessária para realizar atividades físicas.

É um excelente aliado do coração, atuando no processo sanguíneo prevendo várias doenças cardiovasculares

Ajuda o organismo a uma boa absorção de glicose em células , permitindo, assim, para regular os níveis de açúcar no sangue e estimula a reprodução da hormona de crescimento, está associada com uma outra função importante como é para melhorar a secreção de insulina, ou seja, quando o corpo registra valores de insulina acima ou abaixo do normal, a leucina é responsável por estabilizá-la e devolvê-la ao normal.

Quais fontes de alimento são ricas em isoleucina?

A isoleucina pode ser encontrada em muitos alimentos à base de plantas, como animais, se você tem uma nutrição rica e equilibrada e não realiza atividades físicas fortes, esses alimentos podem fornecer naturalmente os aminoácidos necessários.

Nos seguintes alimentos você pode encontrar um alto nível de isoleucina:

Alimentos ricos em isoleucina
Alimentos ricos em isoleucina

Legumes – Alimentos ricos em isoleucina

Uma variedade de legumes disponíveis no mercado, o principal consumido em alimentos são: alfafa, ervilhas, ervilhas, feijão, grão de bico,  lentilhas, amendoins ou soja, entre outros. Eles são ricos em proteínas, omega-3 e vitamina K, e é uma das principais fontes de qualquer isoleucina comida natural, por exemplo, 100 gramas de lentilhas fornece 10,23 gramas de isoleucina.

 

Aveia – Alimentos ricos em isoleucina

Rico em fibras, é um alimento ideal para começar o dia, pode ser servido no mingau, combinando-o com frutas ou nozes, como amêndoas e nozes. Reduz o colesterol e protege os vasos sanguíneos. Para cada um corresponde a 100 gramas de aveia, 4,85 gramas de isoleucina são fornecidos ao organismo.

Frutos secos – Alimentos ricos em isoleucina

Uma variedade, mas eles proporcionam mais isoleucina são amêndoas, castanhas de caju, avelãs, nozes, amendoins, pinhões, pistácios e sementes de girassol. Sua contribuição para cada 100 gramas é de 1,34 gramas de isoleucina.

O Peixe – Alimentos ricos em isoleucina

Rico em proteínas de boa qualidade, minerais como ferro, zinco e ácidos graxos como o Ômega 3, entre outros nutrientes. Contém 1,58 gramas de isoleucina por 100 gramas de peixe.

Os ovos – Alimentos ricos em isoleucina

Excelente fonte alimentar de isoleucina. Um ovo fresco contém aproximadamente 1,05 gramas de isoleucina. Para aqueles que estão preocupados com o colesterol, você também pode consumir claras de ovos.

O leite – Alimentos ricos em isoleucina

O leite é outro alimento rico neste tipo de aminoácidos, uma vez que contém uma grande quantidade de leucina natural. 100 gramas de leite contêm 1,2 gramas de Isoleucina. A ingestão de leite desnatado é uma boa maneira de aumentar a leucina na dieta, sem adicionar tanta gordura e calorias adicionais presentes no leite integral.

Benefícios da isoleucina

Uma ingestão adequada de isoleucina, proporciona muitos benefícios para qualquer um, mas especialmente para os atletas, entre os quais podemos destacar:

Ajuda o corpo a queimar mais gordura.

Existe um melhor transporte de oxigênio e dióxido de carbono no sangue, ajudando o organismo a ativar os mecanismos de produção de energia no sangue. Fornece a energia necessária ao organismo quando está em situações de estresse durante a realização de atividades físicas, reduzindo os sintomas de fadiga e fadiga.

Contribui para a economia de glicose, ou seja, a glicose que é depositada no tecido muscular e que é tão necessária para dar energia às contrações musculares.

Ajuda a fortalecer e estimular o crescimento da massa muscular.

Reduz o desconforto causado nas pessoas por sessões de treinamento de alta demanda e evita o declínio nos níveis de força, mantendo a saúde em ótimas condições.

 

Como tomar Isoleucina

No mercado há uma grande variedade de produtos, marcas, apresentações, combinações e formatos, e todos são de origem vegetal, existem duas maneiras de consumi-lo:

 

Pó de isoleucina

Isoleucina em comprimidos

É o mais recomendado porque pode ser misturado com batidos naturais, seja antes, no momento ou pós-treino, é muito fácil de tomar e é a opção mais económica.

 

Isoleucina em comprimidos

Isoleucina em comprimidos

Se você quiser consumi-lo sem combiná-lo com outros suplementos, é aconselhável tomá-lo em forma de comprimido. O importante nesse tipo de apresentação é cuidar do cumprimento da dose diária mínima exigida.

 Dose diária de Isoleucina

Seu consumo normal é de 60 ou 70 gramas diárias, este consumo pode ser alimentado diariamente. Para o mundo dos esportes, recomenda-se entre 0,10 e 0,12 gramas de isoleucina por quilo de peso. Recomenda-se às pessoas que praticam esportes ou algum exercício de musculação para aumentar a quantidade de acordo com seus níveis de desempenho.

 Efeitos colaterais de Isoleucina

O consumo de leucina ajuda a reduzir os níveis de glicose, portanto, é contra-indicado para pessoas que tomam medicamentos para baixar os níveis de açúcar no sangue. A isoleucina permite que os níveis de açúcar no sangue sejam muito baixos.

Por outro lado, a dose excessiva de mais de 30 gramas por dia tem efeitos colaterais sobre a vitamina B6 e vitamina B3, uma vez que diminui a capacidade do organismo de produzir essas vitaminas e, em seguida, leva a outros tipos de doenças.

Os suplementos à base de isoleucina não são recomendados para mulheres grávidas ou pessoas que sofrem de doença hepática ou renal.

 

Os aminoácidos de cadeia ramificada

Os aminoácidos são compostos químicos que metabolizamos em nosso organismo, seja consumindo-os através de alimentos ou sendo fabricados pelo nosso corpo. Eles têm várias funções, entre as quais se destaca a conformação de proteínas.

Ou seja, todas as proteínas que possuímos em nosso corpo são compostas por um conjunto determinado de aminoácidos, que desempenham diversos papéis vitais para o funcionamento adequado dos órgãos e sistemas de nosso organismo.

Eles têm características diferentes, então eles são classificados de acordo com suas particularidades. A valina, leucina e isoleucina ou também chamados BCCAs são aminoácidos ramificados e têm como função principal para formar proteína de tecido muscular .

Eles são encontrados geralmente em alimentos e em vários suplementos alimentares, estes últimos são usados ​​por atletas especialmente fisiculturistas para mantê-los em bom estado e garantir o bom funcionamento dos seus músculos.

Uma das vantagens que têm para os atletas e desportistas e fisiculturistas, é que promover a síntese de proteínas e são rapidamente absorvidos, graças ao qual não são metabolizados no fígado, mas alcançar os músculos do corpo diretamente.

Estes compostos também impedem o acúmulo de gordura no corpo, que é queimado durante o exercício ou transformado em energia, ajudando a aumentar a resistência durante o treinamento por um período prolongado, de modo que eles são uma boa queima de gordura.

Os BCAAs referem-se a um grupo de aminoácidos essenciais que se caracterizam por ter uma cadeia ramificada em sua estrutura, ao contrário dos outros compostos que possuem uma cadeia linear. Ou seja, eles têm uma fórmula química mais complexa que os outros aminoácidos.

BCAAs são chamados pela descrição de seu nome Inglês: de cadeia ramificada Aminoácidos, que obtemos a partir do estrangeiro (através dos alimentos ou suplementos alimentares) Desde o nosso corpo não pode sintetizá-los de forma endógena. Eles têm a particularidade de que não precisam do processo de metabolização do fígado para exercer suas funções, mas quando ingeridos são transferidos diretamente para o tecido muscular, e por isso são facilmente e rapidamente absorvidos.

Leucina, valina e isoleucina são as três cadeias ramificadas em sua estrutura, que são muito importantes para o processo de produção de proteínas no interior do corpo, pois representam quase 1/3 dos aminoácidos. presente no corpo humano.

Os aminoácidos de cadeia ramificada
Os aminoácidos de cadeia ramificada

Em geral, devido às grandes propriedades que eles têm em relação ao funcionamento de nossos músculos, eles são frequentemente usados ​​na forma de suplementos para trazer nutrição esportiva adequada ao praticar algum exercício ou esporte regularmente.

No mundo dos fitness manter uma nutrição saudável, vitaminas e minerais não ramificados, e vários à base de proteína é essencial para garantir a boa saúde dos nossos músculos e outros tecidos, bem como queima de gordura tende a se acumular no nosso corpo.

Em vista do fato de serem indispensáveis ​​para aumentar a massa muscular e garantir seu processo de cicatrização, são utilizados como suplementos alimentares por diversos atletas, que os consomem após intenso treinamento para acelerar o processo de recuperação.

Ciclismo, corrida, triathlon, patinação, escalada e surf são alguns dos esportes de longa duração representam desgaste muscular e corporal grave, que exigem um nível de alta performance e rápida recuperação.

Mas não só estes atletas recorrem frequentemente ao uso de BCAA, como os fisiculturistas que treinam no ginásio também tendem a tomar estes compostos para obter melhores resultados em termos de força e recuperação muscular. Portanto, é muito aconselhável incorporá-las em sua dieta para o aumento da proteína muscular.

Portanto, entre os benefícios que os BCAAs têm, eles incluem:

Promovem a síntese de proteínas e reduzem o catabolismo; isto é, previne a redução muscular após o exercício.

Eles promovem a produção de energia corporal, tendo em vista que eles intervêm na conservação do glicogênio.

Aumentar nossa resistência e desempenho físico durante a prática de algum esporte.

Minimiza a dor muscular após um treino intenso.

Eles ajudam a queimar gordura, impedindo o seu acúmulo no abdômen, nas pernas e nas artérias.

 

Leave a comment