Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG (31) 9357-1951 | (31) 3292-7257 contato@evotekone.com.br

Dieta low carb – O que é? como fazer? Funciona?

Medidas para emagrecer nunca devem ser extremistas, que exijam sacrifícios fora do comum e que até façam mal para a sua saúde. Você deve aproveitar todas as opções que esse mundo moderno oferece, com toda essa diversidade de estudos e, a partir disso, tomar decisões inteligentes que vão te ajudar a alcançar os seus objetivos para satisfação pessoal.

Existem diferentes tipos de dietas, cada uma com seu princípio, mas todas com a finalidade de te dar uma ajudinha para perder aqueles quilos a mais. Uma dessas dietas é a famosa low carb, que se baseia no baixo consumo de carboidratos para que você obtenha sucesso nessa caminhada.

O que é dieta low carb?

As dietas low carb tem a tendência de serem bastante polarizadoras. Algumas pessoas acham até que ela é ineficaz, enquanto outras pensam que encoraja hábitos ruins de alimentação. Tudo isso porque crescemos ouvindo que que alguns alimentos fazem muito mal à saúde, enquanto arroz branco, pão e macarrão são fundamentais para um desenvolvimento mais correto.

No entanto, dietas com pouco carboidrato e com alto teor de proteína podem sim trazer benefícios reais para sua saúde, desde que você adote uma abordagem coerente e com as quantidades necessárias de cada alimento. Para se ter ideia, um estudo foi publicado no início de 2018, onde foi descoberto que dietas com baixo teor de carboidratos poderiam ajudar pacientes que possuem diabetes tipo 1 a controlar o açúcar no sangue.

Para começar, é importante compreender que uma dieta low carb não vai extinguir totalmente o consumo de carboidratos de sua alimentação diária. Isso significa que você vai estar reduzindo a quantidade de carboidratos que são ingeridos cotidianamente com a finalidade de perder peso.

A não ser que você tenha a intenção de adotar a dieta Keto, que é, basicamente, uma força mais extremista da dieta low carb, você pode comer entre 25 e 100 gramas de carboidrato por dia, segundo especialistas. Para quadro de comparação, pessoas mais ativas consomem em média entre 225 e 350 gramas de carboidratos por dia. É uma redução considerável.

Quando feita de forma sensata e segura, sem extremismos e com cumprimento das indicações, a dieta low carb pode lhe trazer diversos benefícios. Hora de falar de alguns deles.

Benefícios da dieta low carb

Ajuda a comer menos alimentos industrializados – Dieta low carb

A primeira coisa que você precisa entender é que, na dieta low carb, não é porque você está diminuindo o consumo de carboidratos e privilegiando as proteínas, que você pode abandonar algumas alimentações comprovadamente saudáveis e ir com tudo para cima apenas de alimentos gordurosos. Como dito acima, tudo deve ser feito da forma correta na busca por sua satisfação pessoal.

No entanto, seguir da forma certa uma dieta low carb, vai te ajudar efetivamente a evitar de comer alimentos industrializados que são pobres quando falamos em nutrientes, mas que possuem muitas calorias. Você vai se encaixar em um parâmetro mais saudável abrindo mão de poucas coisas, o que vai lhe deixar satisfeito quase sem perceber. Além do mais, alguns dos alimentos que estão inclusos na dieta low carb podem te fazer viver mais por seu aspecto mais natural.

Ajuda no controle da diabetes tipo 1 – Dieta low carb

Estudos recentes revelaram que pessoas que estão seguindo uma dieta low carb há mais de dois anos precisam de menos insulina para controlar os níveis de açúcar presentes no corpo. Além disso, um estudo mais antigo, de 2012, determinou que a dieta low carb pode ajudar pacientes da diabetes tipo 1 a estabilizar o nível de açúcar em seu sangue mais rapidamente.

Te ajuda a perder peso – Dieta low carb

Agora sim, o benefício que você estava procurando. Diminuir o consumo de carboidratos em sua dieta, quando feito corretamente, certamente irá te ajudar a perder peso. Quando você consome amido, muito presente no pão, por exemplo, que é proibido na dieta low carb, eles são facilmente convertidos em açúcar no seu corpo e ficam armazenados como gordura. Adotando a dieta low carb você irá diminuir isso e ainda pode comer menos de forma geral, porque proteínas são mais eficientes em deixar as pessoas cheias por um maior período de tempo.

Reduz inflamações – Dieta low carb

Ainda falando sobre o amido presentes nos carboidratos citado no item anterior, podemos destacar como ele, naturalmente, despeja açúcar em seu sistema. Esse açúcar em seguida irá promover a inflamação do seu corpo, o que pode ser perigoso ao aumentar o risco de câncer e aterosclerose. Adotando a dieta low carb, você estará diminuindo esse processe e reduzindo a inflamação. Especialistas dizem que, no caso de você possuir uma doença inflamatória como Doença de Crohn, por exemplo, e quer manter os sintomas sob controle, uma dieta baixa em carboidratos pode ser especialmente útil.

Dieta low carb: o que comer

Você já entendeu que, em sua dieta low carb, você deve diminuir bastante o consumo de alimentos com alto teor de carboidratos e focar mais nas proteínas, além de dar preferência a alimentos não industrializados. Entre as carnes e peixes, podemos destacar a carne bovina, de porco, de frango, de cordeiro, salmão e truta, além de muitos outros. Ovos podem ser um ótimo aliado também. Legumes verdes como espinafre, brócolis e couve-flor também devem ser incluídos no cardápio, além de frutas tradicionais como maçãs, laranjas e morangos. Nozes, sementes e laticínios com alto teor de gordura também estão liberados, como queijo, manteiga e iogurte.

Dieta low carb: o que não comer

O nome é alto explicativo, mas agora vamos dar nome aos bois para te ajudar a eliminar determinados alimentos de sua dieta cotidiana. O pão é um alimento que praticamente todo mundo cresceu fazendo dele uma refeição quase que diária. No entanto, todas as suas diversas variações são ricas em carboidratos e, portanto, deve ser evitado. Bebidas açucaradas, bolos e doces também não tem vez, assim como frutas doces e secas com alto teor de carboidrato: bananas, passas e mangas, por exemplo. Já falamos um pouco sobre amido e suas consequências, fazendo com que vegetais com alto teor dessa substância sejam eliminados de sua dieta. Álcool pode ser apreciado com moderação, mas a cerveja em específico possui um índice de carboidrato considerável.

Leave a comment